O 4-5-1 Pode ser um sistema tático com poder ofensivo?

10 de set de 2008

O 4-5-1 Pode ser um sistema tático com poder ofensivo?

O 4-5-1 é um sistema pouco usado no Brasil, principalmente no início do jogo. Isso acontece porque existe um paradigma que diz que o 4-5-1 serve para armar uma bela duma retranca, perdendo muito em ofensividade. Na Europa variações do 4-5-1 tem sido usado por diversas equipes mesmo quando a intenção não é ficar só na defesa. O princípio básico para tornar o 4-5-1 ofensivo é que ao atacar o sistema transforma-se no 4-3-3 coma subida dos meias ao ataque. Antes de entrar em mais detalhes, vamos entender melhor os conceitos básicos deste sistema.

O 4-5-1 consiste em 4 jogadores de defesa (podendo ser 4 zagueiros de ofício ou 2 zagueiros e dois laterais), cinco jogadores no meio campo e apenas um atacante. A figura ao lado mostra os jogadores divididos pelos setores com a numeração mais comum (porém não obrigatória).

A primeira vista, o 4-5-1 parece bastante defensivo. Os quatro jogadores de trás costumam subir pouco ao ataque, pois o meio campo está congestionado. Os jogadores representados na figura ao lado com as camisas 7 e 11 podem ser chamados de alas ou meias, dependendo de suas funções. De qualquer forma, é comum que estes dois jogadores dêem o primeiro combate nos alas/laterais da equipe adversária, dificultando o jogo pelas laterais.


Porém, é possível ter um ataque poderoso mesmo com apenas um jogador originalmente próximo à área. Na figura ao lado indicamos que com a posse de bola, os jogadores 7 e 11 (que neste caso seriam considerados meia-atacantes, tornam-se pontas, transformando o sistema para o 4-3-3. A criação das jogadas poderia ainda ser auxiliada por um dos volantes (camisa 5 ou 8). Sem a posse de bola o 4-5-1 voltaria a reestruturar-se. A maior desvantagem seria o desgaste físico dos jogadores responsáveis pela dupla função. Os contra-ataques pelas laterais podem ser enfrentados pelos zagueiros-laterais (camisa 2 e 6), que normalmente não vão tanto ao ataque neste sistema.

Além de ter uma defesa consistente, meio de campo congestionado e poder ofensivo, o 4-5-1 visto desta maneira ainda tem outra vantagem: quando os meia-atacantes (7 e 11) sobem ao ataque ao mesmo tempo (o que deve sempre ocorrer) a equipe ganha amplitude no ataque com muita facilidade, abrindo espaço para penetrações na defesa adversária.

Talvez você não encontre no Brasil o 4-5-1 estruturado desta forma. Para ver equipes com este padrão, busque por jogos das seleções da europa ou jogos de equipes espanholas, inglesas e até mesmo alemãs. Em breve traremos exemplos reais de equipes que utilizam este sistema! Fique ligado!

3 comentários:

Marcel disse...

Como leigo, entendo que no 4-5-1, de forma geral o atacante bate com os dois zagueiros (um sobra), os meias atacantes abertos batem com os laterais, o meia atacante centralizado no volante mais recuado. Porém, a marcação do avanço dos volantes ou mesmo a subida de um lateral não fica com a marcação deficiente? Pois dependerá de meia-atacantes ajudando na defesa, certoa?

soleo#8 disse...

super eficiente o 4x5x1 quando vira um 4x4x2 o meia que esta contrario a bola vira atacante e os dois laterais virão alas, alem de facilitar os lançamentos em diagonais pegando os zagueiros de surpresa com o meia recebendo em suas costas.E tambem sempre mantendo um meia de armação.

ana rita disse...

Eu sou muito novo no mundo do futebol como técnico mas gosto muito desse esquema ele vai domina essa década no mundo